quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Enfeitar a Vida


Hoje enquanto corria meus oito quilômetros diários pelas ruas desta Paris cinza invernal que adoro, passaram duas bicicletas em momentos distintos conduzidas por mulheres e nas cestinhas estavam flores colocadas como se fossem jardineiras. Biciclizavam pelas ruas como se fossem balcões sobre duas rodas. A poesia da cena urbana encantou minha alma que já estava em estado de graça pela endorfina que a aeróbica produz. Ao chegar ao Jardim de Luxemburgo, me deparei com todas as floreiras de mármore preenchidas com imensos arranjos. Apesar do inverno, eles os colocam para colorir e dar sentido aqueles vasos enormes que adornam o lago deste jardim. Colocado em alternâncias nas cores laranja e amarelo e branco o céu cinzento era colorido pela capacidade humana de enfeitar a vida. Mais adiante, dois pinheiros enormes decorados com imensas bolas de natal... Assim, a cada novo trecho do percurso, a minha corrida deixava de ser apenas uma atividade esportiva e saudável para ser o testemunho da poesia urbana.
Ao término, uma hora após, antes de subir para minha casa passei na caixa de correspondência e vi que havia chegado a programação dos Seminários Psicanalíticos de Paris para o inverno 2012 e 2013, com temas interessantíssimos... Pensei o quanto aprender enfeitou as minhas ideias, coloriu meus pensamentos, enriqueceu minhas ponderações, refinou minha sensibilidade, qualificou meus sentimentos, e poetizou minha alma.
Testemunhar novos conhecimentos é semelhante a viajar de olhos abertos em que percebemos cenas que nos inspiram a fazer melhor a nossa vida, fazer diferente...
O saber de uma nova linguagem psicanalítica me fez ampliar o espectro das minhas possibilidades e me ajudou de modo profundo, saber sair com equilíbrio e poesia das difíceis situações da vida. Ajudou-me a me equilibrar nos lutos, nas traições, nos sustos e nas dúvidas. Ajudou-me a passar com duas rodas sem cair sobre os caminhos e sem entrar nos descaminhos pela ausência de boas premissas.
Por vezes desequilibramos apenas pela falta de parâmetros para refletir bem as situações.
Um dos grandes objetivos que me levou a criar meus cursos há exatos 23 anos, foi desejar ensinar tudo aquilo que me fez tão bem aprender. Quantas compreensões me libertaram das dúvidas. Uma alma elaborada é uma alma liberta do peso e, portanto capacitada para apreciar as poesias urbanas que se envolvidas no obscuro das neuróticas incompreensões, se tornam visões inapercebidas. 
Como diz o filosofo francês André Comte-Sponville, a função da vida não é criar inteligência. A função da vida é sobrepujar e se adaptar para que ela possa ser vivida... O conhecimento traz a simplicidade. Segundo este pensador “Ser simples não é procurar a pequenez, mas recusar as falsas grandezas”.
Aprendi, sobretudo que a espera de um imenso acontecimento para ser feliz é procura-la nas falsas grandezas.
A felicidade diz Sponville, depende de uma disposição interior. Qual? A que os antigos chamavam de “sabedoria” e que nós, continua ele, poderíamos chamar de forma mais simplificada de amor à vida. Se você ama a vida, você tem uma excelente razão para viver e lutar e para lutar, mesmo quando a felicidade não estiver presente.
Paris já esta colorida para estas datas mobilizadoras de fim de ano. Falta apenas que cada um faça sua prefeitura interna, começar a enfeitar as ideias e os pensamentos, para que os cinzas dos invernos emocionais possam ser quebrantados pela irradiação das luzes internas. 
A palavra luz pode ser associada a saber, perceber e uma das coisas que podemos ter certeza é que a vida ganha brilho através da luz do olhar que cada pessoa pode lançar em si para os momentos.
Tenho certeza que as duas mulheres das bicicletas sabem enfeitar a vida. A frente delas em todos os percursos que passam não importa quais, estão as flores que elas plantaram pela própria decisão. Alternando as pernas no impulso de pedalar se equilibram na vida. Sem cair devido ao firme propósito de se conduzirem, seguem o inverno primaveril reflexo das almas coloridas.
Você já começou a enfeitar o Dezembro?  
Aproveite e decore suas ideias com o apreendido em 2012 para que brotem sentimentos coloridos no novo ano. O psiquismo é como um cachepot pronto para acolher novos conhecimentos, novas luzes, novos insights.
Se prepare... Ainda há tempo. Muito tempo.

Por Manoel Thomaz Carneiro

25 comentários:

  1. Manoel, aproveite muito as cores e luzes de Paris! (para depois dividir sua luz interior conosco! )

    Um grande e belo Natal para vc!
    bjs,
    Lilian

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilian
      Um belo Natal para você também...Colorido...Vibrante.
      Beijosss
      Manoel

      Excluir
  2. Manoel, Manoel....

    Já estou com saudades mas feliz em saber que vc está colhendo sabedoria para melhorar a sua vida e a nossa !
    Que Deus te abençoe sempre e ilumine sempre o seu caminho
    Um beijo carinhoso,
    Ana Lia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ans Lia
      Obrigado Mesmo.
      Consedere estas palavras como um arranjo de flores para você.
      Beijos
      Manoel

      Excluir
  3. Obrigada por colorir a nossa Vida, compartilhando o seu saber. Bisous,
    Lylian Fraga Braganca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lylian
      Um beijo grande para você.
      O saber enfeita os sentimentos.
      Manoel

      Excluir
  4. vc se foi mas ficaram ( ainda bem) suas cronicas que sempre nos orientam e nos posicionam neste mundo nada fácil e diminuem a saudade.
    como encontrou Paris?? maravilhosa,pois não?
    bjs
    sonia di marino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sonia
      Que você saiba sempre enfentrar o que esta a sua frente.
      Um Beijo
      Manoel Thomaz

      Excluir
  5. Suas crônicas já são um estímulo para pensarmos, e com um texto desses nosso dia certamente já ficou mais colorido. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana
      Diante dos cinzas...Flores
      Obrigado
      Manoel

      Excluir
  6. Manoel,

    Eu enriqueci muito desde que descobri o seu blog!
    Você enfeita com suas palavras, com sua sabedoria e me estimula a ser uma pessoa infinitamente melhor!Obrigada, sempre!beijo, Andréa J.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andréa
      Pedalar, pedalar e pedalar...A frente arranjos coloridos de ramos de bons pensamentos.
      Obrigado...Um beijo
      Manoel

      Excluir
  7. NOSSAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    bj
    Vera Gon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vera......
      Um Beijoooooo
      Manoel

      Excluir
  8. Sônia Severianao Ribeiro7 de dezembro de 2012 19:19

    Manoel, às vezes é dificil "colorir" o Natal
    , parece que esse ano ele esta ainda distante...sempre me senti em "festa" , sempre comecei a comemorar tão antes...esse ano, não sei porque, esta mais dificil, mas, vou procurar as flores, o verde, procurar Jesus dentro de mim, a estrela da chegada Dele e tenho a certeza, os dias vão começar a brilhar.Afinal, Natal é nascimento, é esperança,Vamos olhar para o CÉu,E que todos tenhamos um Natal feliz e abençoado. Com carinho Sônia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sonia
      A dificuldade esta longe de definir a
      impossibilidade.
      Ponha nos cinzas. Com o contraste fica ainda mais bonito.
      Um Beijo
      Manoel

      Excluir
  9. Queridíssimo,MANOEL
    E...DEZEMBRO...mês q vim a esse MUNDO MARAVILHOSO!
    Então...com idade nova....
    Imaginando...PARIS....
    É um PRESENTE....tá aqui...compartilhando com vosmicê!
    Tudo...ENFEITANDO A VIDA...
    bjs saudosos
    JACINTHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jacintha
      Parabéns para você...Felicidades.
      Muitas e Muitas Flores em seu caminho.
      Beijos
      Manoel

      Excluir
  10. Olá Manoel , nessa crônica voce conseguiu dizer tudo que eu desejo para os meus amigos queridos , repassei o blog para eles e foi o maior sucesso , um tufão de esperança e sabedoria de buscar seu melhor caminho para ser feliz ! Nos temos que estar fora de nossas gaiolas para poder fazer nossas almas voarem mas leves e portanto mais felizes . Feliz Natal e 2013 maravilhoso !!! Todo carinho , Luciana Dale

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciana...Que lindo!!!
      Obrigado a você...
      Um Beijo,
      Manoel

      Excluir
  11. Vc é o jardim que enfeita minha existência. Aproveite Paris mas volte, volte breve sem vc o jardim perde um pouco do colorido.
    Bjs cheios de saudades.

    ResponderExcluir
  12. Oi,Manoel!
    Obrigada pelas flores que vc tem me ajudado a visualizar na minha vida,a cada aula,nesses vários anos de grande aprendizado!
    Felicidades,e até março no calçadão de Copacabana,vc correndo e eu de bike!
    Bjos!
    Elena Duncan Schmid

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elena
      Obrigado a você também... por tudo.
      Suas palavras confirmam minha escolha...
      Até o calçadão de Copacabana em Março.
      Um Beijo Grande,
      Manoel

      Excluir

Deixe o seu comentário.